Porque devemos nos preocupar com a obesidade

with Nenhum comentário
Texto- Fundo rosa com um jovem apertando a lateral a barriga

Comer de tudo e não ganhar peso é o sonho de muitos, não é? Para algumas pessoas isso pode ser possível, devido a genética, mas para outras, o ganho de peso significa que o consumo dos alimentos tem sido maior do que a energia que a pessoa gasta para fazer suas atividades no dia a dia e com isso o nível de gordura vai acumulando.

O problema do acúmulo de gordura não é a aparência, como muitos pensam, existem muitas pessoas que se sentem bem e isso não é um problema, mas o que é preocupante é que pode causar outras doenças, veja abaixo quais são as consequências da obesidade:

  • Doenças cardiovasculares;
  • Diabetes;
  • Derrame;
  • Artrite.

Além das doenças que podem ser desenvolvidas devido às consequências da obesidade, existem muitos desconfortos como o inchaço, o calor excessivo, algumas pessoas tem dificuldade para se movimentar, dores nas pernas e alguns problemas respiratórios também podem ser ocasionados pela obesidade.

É importante que os bons hábitos alimentares sejam introduzidos desde a infância assim evitando a obesidade infantil, pois é muito mais difícil quando queremos mudar os hábitos alimentares na vida adulta, quando já temos gostos alimentares estabelecidos.

É muito importante que os papais estejam presentes na vida dos pequenos ainda quando crianças. Para que tenham uma vida saudável, é necessário incentivar essa alimentação desde a infância e evitar algumas consequências da obesidade infantil e da obesidade na adolescência e a que vão prejudicar essa fase tão importante e que deve ser aproveitada.

Causas

Existem muitas causas para desenvolver a obesidade sendo fatores ambientais, emocionais, estilo de vida, mas a principal causa na maioria dos casos são os péssimos hábitos alimentares como lanches, os famosos fast food que tem feito muito sucesso, refrigerantes, alimentos industrializados, entre outros.

Fala sério fica difícil resistir a tanta facilidade e gostosuras, não é? Com isso, muitas pessoas criam gordurinhas extras sem perceber. É um lanche hoje outro amanhã e o corpo vai acumulando as gordurinhas indesejadas e quando nos damos conta a obesidade causas e consequências muito desagradáveis.

Mas além da comida, a falta de atividade física só ajuda a manter esse cenário. As pessoas que praticam exercício físico estão consumindo e ao mesmo tempo queimando essas gorduras, mas quando você não se movimenta, não há queima das calorias. Então se você pensa em perder essas gordurinhas extras, que tal procurar por uma atividade física que te ajude nessa missão?

Fatores de risco

Além disso, sabia que existem fatores de risco e que precisamos ficar de olho? é muito importante estar ligado aos sinais do nosso corpo, por isso, veja abaixo alguns fatores de risco:

  • Estilo de vida: Os hábitos familiares dizem muito e se há tendência a obesidade em outras pessoas da família, isso aumenta as chances das gordurinhas extras;
  • Alimentação: Para evitar a obesidade é preciso manter uma dieta equilibrada e quando está em excesso aumenta ainda mais a tendência;
  • Genética: o genes pode afetar como a gordura é armazenada ou queimada;
  • Sedentarismo: a falta de atividades físicas, faz com que o acúmulo de gordura seja maior;
  • medicamentos: existem alguns medicamentos  com muito hormônio ou substâncias químicas que fazem engordar;
  • Gravidez: engordar na gravidez é relativo, mas há uma tendência maior no aumento do peso;
  • Dormir pouco: uma boa noite e sono faz com que o organismo trabalhe melhor e a falta dele pode aumentar o apetite;
  • Ansiedade: algumas pessoas que sofrem de ansiedade possuem uma vontade incontrolavel pela comida.

Prevenção

A obesidade prevenção com uma rotina simples e algumas mudanças de hábitos como a inclusão de atividades físicas frequentes, a dica é escolher uma atividade que tenha prazer, que goste de fazer e assim tudo fica mais fácil.

Além da inclusão das atividades físicas, é bom aderir a uma alimentação mais saudável, quanto mais verdinho e colorido seu prato for melhor. Uma dica é evitar comprar alimentos industrializados e investir em legume e frutas, quanto mais natural, mais seu corpo agradece.

Diagnóstico

A obesidade é identificada através do cálculo IMC (índice de massa corporal), existem muitos sites disponíveis na internet que proporcionam esse cálculo gratuito e com ele você saberá se está acima do peso ou não e acordo com sua altura.

Como funciona o cálculo?

O cálculo é feito altura X peso com os resultados menor que 18,5 significa abaixo do peso, 18,5 a 24,5 peso normal, entre 25 a 29,9 é considerado sobrepeso e resultados acima e 30 significa obesidade.

A obesidade é um problema sério e quando não tratado pode gerar outros problemas, por isso, é importante evitarmos. Que tal começar hoje uma nova dieta combinando com um dieta equilibrada? Claro, sem deixar de fazer ou comer o que gosta, mas de forma equilibrada para seu próprio bem.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *