Estresse: 6 sintomas e como aliviá-los

with Nenhum comentário
a-foto-mostra-uma-mulher-com-feição-preocupada-com-a-mão-na-boca-mordendo-a-unha

Inegavelmente, o dia a dia está exigindo cada vez mais de todo mundo, seja no trabalho, na faculdade, na escola ou mesmo nas relações. E não há nada de errado em ser exigido, desde que a saúde mental não seja agredida. Se a vida de qualquer pessoa requer grandes esforços para realizar tarefas da rotina lidas como simples, é uma evidência de que o estresse já está batendo à porta, e isso é preocupante.

O estresse e o transtorno da ansiedade estão ligados. Geralmente, pessoas que são ou estão estressadas possuem traços de ansiedade. E pessoas ansiosas também costumam sentir-se estressadas. Embora sejam considerados como reações normais e necessárias, deve-se compreender que, quando em excesso, os sintomas de estresse e ansiedade no corpo podem evoluir para doenças emocionais e físicas mais sérias e que podem prejudicar a qualidade de vida. Por isso, ter conhecimento de técnicas de como aliviar o estresse e ansiedade é importante.

Antes de mais nada é importante dizer que ficar irritado é uma condição natural de qualquer ser humano, ninguém gosta de quando a pasta de dente cai na roupa, o ônibus demora a passar ou quando aquela chuva indesejada acaba aparecendo logo na hora de ir ao trabalho. Acontece que: não se deve nunca confundir um momento de irritabilidade com estresse.

Em palavras simples, o estresse emocional é aquela sensação de esgotamento e irritabilidade constante em que tudo torna-se cansativo de ser feito, quando não é possível relaxar e enxergar a rotina com leveza. Confira a seguir quais os sintomas do estresse, veja se eles estão presentes em sua vida e, ao final, algumas dicas de como combater o estresse:

1) Cansaço constante

Esse é um dos fatores mais explícitos. A rotina costuma ser cansativa, é verdade, mas se após um final de semana inteiro relaxando a fadiga persistir, já é um forte indicativo de que a pessoa está estressada.

O cansaço excessivo é um grande vilão na vida de qualquer ser humano, ele impossibilita o alto rendimento no trabalho, na faculdade e ainda compromete os momentos de lazer, já que a energia parece estar sempre em falta.

2) Irritabilidade

A irritação em momentos específicos é completamente normal, como já dito, acontece que, se a pessoa fica irritada ao ter que executar alguma tarefa substancial de seu dia a dia, ela provavelmente está estressada.

Isto é, o estresse condiciona qualquer pessoa a enxergar até as situações mais simples como um sacrifício. Ela possui cansaço constante, isso resulta em irritabilidade, logo, esses dois fatores em conjunto corroboram para a falta de energia e vontade de executar atividades.

3) Dores musculares e nas articulações

Outros sintomas do estresse se refere a alterações físicas. Este mal não deixa apenas a “cabeça cheia e indisposta’’como reflete também no corpo e claramente está interligado à irritabilidade e ao cansaço constante.

Pessoas muito estressadas costumam sentir dores nas articulações e nos músculos, a chamada tensão muscular, quando a musculatura fica enrijecida. As áreas mais afetadas, geralmente, são costas e pescoço.

4) Mudança drástica nos hábitos alimentares

Os atingidos pelo estresse tendem a ter alterações relevantes na alimentação, comumente passam a comer mais que o normal. Em outras palavras, a pessoa estressada costuma ‘’descontar’’ tudo na comida, não sendo raro. Na maioria dos casos, buscam refeições que tragam prazer e essas comidas são ricas em açúcar, gordura ou não saudáveis em um modo geral.

Essa opção costuma comprometer a saúde a longo prazo e ainda reflete em ganho de peso. Não que o aumento de peso seja um problema, mas é um indicativo de que o estresse tem sido notório na vida da pessoa.

5) Falta de concentração

Esse sintoma é um dos mais nocivos, porque é ressaltado devido aos desdobramentos de todos citados acima. Obviamente não há uma regra, os sintomas podem aparecer em ordens diferentes, mas no geral esses são os mais comuns. A falta de concentração compromete os estudos e também é normal no estresse no trabalho, atrapalhando o rendimento consideravelmente.

6) Ações impulsivas

Geralmente, a pessoa envolta a muito estresse costuma agir de maneira impulsiva, seja positivamente ou negativamente. Acontece que, quando o estresse é intenso, o comportamento é inconstante oscilando entre picos e quedas drásticas no humor. Em muitos casos, a própria pessoa percebe isso e acaba buscando o afastamento.

Como aliviar o estresse mental

  • Praticar exercícios físicos regularmente;
  • Boas noites de sono;
  • Alimentação balanceada;
  • Momentos de lazer.

Todos nós estamos sujeitos ao estresse. Ele, além de tudo, aparece com normalidade em nossa sociedade. Entretanto, é necessário identificar quando ele é marcante na rotina, pois é, digamos, o ponto de partida de complicações mais sérias como ansiedade, por exemplo.

Também é importante procurar desacelerar, faça atividades que tragam prazer e sejam saudáveis e fora isso, procure um profissional caso sinta estes sintomas com frequência.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *