Saúde financeira: 5 dicas para você alcançar a sua

with Nenhum comentário
close-de-um-homem-tirando-dinheiro-no-caixa-eletronico.-ele-esta-com-a-carteira-aberta-e-guardando-notas-de-dinheiro-nela

Muitas pessoas tem dificuldade quando o assunto é controle financeiro, lidar com dinheiro não é um tarefa fácil, o consumo está cada vez mais intenso e com isso muitas pessoas perdem o controle e  acabam endividadas. Mas calma! Se você está em uma situação difícil saiba que é possível reverter esse cenário.

Para que você possa criar estratégias é necessário conhecer bem quais são suas necessidades e sua renda. Colocar na ponta do lápis faz toda a diferença para um planejamento financeiro realista e viável.

Educação financeira para que serve?

É comum a dúvida educação financeira para que serve. Este é um processo para que a organização financeira se torne um hábito para levantar e controlar todas as despesas do dia a dia e, por isso é necessário que todas despesas fixas e gerais sejam apontadas nesse levantamento.

Além do levantamento dos gastos é preciso levantar exatamente a renda mensal, considerando todos os descontos. Para as pessoas que ganham o que chamamos de salário bruto (sem descontos) e líquido (com descontos), é importante considerar o líquido, pois muitos acabam considerando o valor que é registrado em carteira, mas esse valor sofre descontos devido alguns benefícios adicionais que as empresas oferecem e a renda passa a ser menor do que o valor que é mencionado em carteira.

Na  prática

Existem diversas técnicas para uma educação financeira dicas que te ajudará a sair do vermelho ou pelo menos a te manter estável em relação às suas finanças. Fique atento e confira dicas que podem mudar sua vida:

1- Levantamento

Coloque tudo na  ponta o lápis, desde a parcela de uma compra de alto valor, até a compra e de um produto de baixo custo, é  importante que considere cada gasto feito por menor que seja. Levante também sua renda mensal considerando os descontos.

2- Livre-se das dívidas

O primeiro passo após conhecer sua renda e despesas é pensar em como se livrar das dívidas. Levante tudo o que você tem em aberto e pense na possibilidade de parcelar , caso não consiga quitar a vista, nesse caso é melhor um parcelamento do que deixá-la e aberto com a ocorrência de juros.

3- Economize

Em um momento de crise é imprescindível que a economia no consumo seja priorizada, faça comparação de preço antes de adquirir produtos, faça pesquisas dos melhores preços e oportunidades.

4- Corte custo desnecessários

Após o levantamento veja o que pode desconsiderar, existem alguns custos desnecessários, especialmente quando se trata do ramo da beleza e alimentação, como exemplo, fast food com frequência. Além disso, se estiver em um momento de crise financeira uma ótima dica é vender objetos ou roupas que não faça mais uso e assim conseguir uma renda extra.

5- Aumente suas finanças

Pensar em como aumentar sua renda é uma ótima opção, existem muitos meios de render como contas poupanças, tesouro direto, entre outros meios que vão possibilitar um rendimento mensal. Investir também é uma boa oportunidade para garantir uma reserva futura.

As dicas acima são valiosas para quem quer sair de um momento de crise ou se manter estável, não existe segredo existe planejamento e consciência financeira.

A educação financeira na educação infantil é um assunto de extrema importância a ser abordado, pois é possível que os pais e as escolas estimulem na infância essa consciência, isso vai facilitar muito quando estiverem na vida adulta e vai viabilizar o sucesso financeiro de forma mais rápida. Veja abaixo como estimular uma educação financeira para seus filhos ainda na infância:

  • Mesadas por merecimento, dê ao seu filho uma recompensa por cada tarefa realizada;
  • Brincadeiras e jogos que estimulem o controle do dinheiro;
  • Delegar tarefas com responsabilidade, como por exemplo, comprar um produto e voltar com o troco;
  • Economizar e poupar para realizar um sonho, incentive a criança a guardar parte da mesada para que possa realizar um sonho.

E você, o que acha de aplicar essa dicas com seu filho? Além e aprender eles vão se divertir muito, pois crianças adoram desafios. Além das crianças, existem outra fase que é desafiadora e que exige bastante controle, a educação financeira para idosos. Nessa fase todos esperam por uma vida estável e a expectativa é que seja uma fase de descanso  e viagens.

Por isso, é importante aderir uma educação financeira desde cedo, assim na fase idosa você poderá desfrutar de todo o trabalho duro e reservas feitas. Além de aproveitar, existe a questão da saúde física que fica um pouco debilitada e os custos passam a  aumentar para alguns. O mais interessante na educação financeira é que quanto mais cedo aderirmos práticas saudáveis mais teremos uma velhice tranquila e feliz.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *